Dia dos Namorados: uma prenda

 

Como hoje é dia nos namorados, deixo aqui uma sugestão de prenda para vós que cortejais mulheres que também correm – ou vice-versa. Alguma vez pensaram, caros homens, que “esta gaja gosta muito disto mas não corre nada, coitada” (ou vocês, mulheres, “este porco do meu marido, mesmo barrigudo, deixa-me sempre a comer pó”)?

Deixo-vos uma pequena prenda que poderá surpreender. Com esta calculadora de género, poderão constatar que, com jeitinho, para além de ela ser melhor em tudo o resto, também corre mais. Basta inserirem a vossa idade e o melhor tempo numa determinada distância, anotar o percentil, fazer o mesmo em relação à vossa cara-metade, e comparar os valores. (E, para aqueles já mais entradotes, a marca ajustada à vossa flor da idade, como se a mocidade não vos tivesse fugido.)

 

Um jovem casal consulta a ferramenta. Ele respira confiança…

 

Por exemplo, se a minha mulher cortar a meta numa meia maratona com menos de 12 minutos de atraso em relação a mim, destrona-me desportivamente e resta-me o consolo de ser melhor a aspirar (está farta de me elogiar a eficácia no capítulo dos tapetes, particularmente traiçoeiros porque tendem a prender à boca do aspirador). Mas, como ela não corre, seguirei líder incontestado em ambas as disciplinas.

Feliz Dia de São Valentim.

 

Leave a Comment