Treino RUNning Magazine em Oeiras

 

 

Ontem, o lobo solitário das tempestades de areia nocturnas decidiu participar no Treino Sunset RUNning/PNMC powered by Varimine AP em Oeiras, ao fim da tarde. Como só está habituado ao contacto humano quando vai a corridas, quando se apresentou no local e viu os outros lobos a conviver alegremente, até sentiu um nervoso miudinho. Ainda por cima, repetiram-se alguns dos rituais pré-corrida, tais como a distribuição de t-shirts e aquecimento colectivo. Às 18:30 já não estava calor e fazia vento, por isso ninguém sofreu. Os três grupos (4:00, 5:00 e 6:00/Km) foram até ao fim do Passeio Marítimo de Oeiras e voltaram. Correr em manada é sempre mais engraçado e nem é preciso ir a contar anedotas para se sentir o companheirismo. Passou num instantinho!

Esta foi uma iniciativa muito simpática da Running Magazine, que ofereceu o treino em si (aquecimento, meia hora de corrida, e “arrefecimento”), uma t-shirt técnica, água e fruta no final, amostras de gelatina, a última edição da revista RUNning, várias saquetas da marca Starbalm com creme quente e frio para aplicar nas pernas antes/durante/depois do esforço físico e, finalmente, três pacotes de comprimidos de magnésio como suplemento alimentar da marca Varimine. Não sou sobrinho do Sr. Starbalm, nem neto da Dra. Varimine, nem sequer amigo do conde Condi (marca das gelatinas com 0% de gordura, que ainda não experimentei, mas posso afiançar que são das melhores da Europa), mas merecem uma menção honrosa por nos dar a oportunidade de treinar e voltar para casa de saco cheio. Uma palavra também de agradecimento aos voluntários e instrutores, incluindo uma militar, afastada do curso dos comandos, que se vingou em nós. 🙂

Dia 21 de Setembro há mais!

 

A ziguezaguear pelo Passeio Marítimo de Oeiras…

Depois da corrida, a capataz não dá descanso aos atletas, sob o olhar atento de coadjuvantes.

Gente feliz

Fotos: Celestino Santos (RUNning Magazine)

 

4 Comments

  • Correr em manada…ora aí está uma coisa que me causa preocupação, dado que só estou habituada a correr/treinar em modo “lobo solitário”. Tenho cá para comigo, que na primeira corrida a sério, vou descalçar uns quantos corredores…(se os conseguir apanhar, claro!)

    • Baptista says:

      Para uma estreia em grande, talvez com direito a uma entrada no Guiness, recomendo a Corrida do Tejo (10 Km), que já vai com mais de 13.000 ténis sedentos de pisadelas… 😉

      Boas corridas e felicidades para o blogue!

  • João Lima says:

    Andaste a treinar na “minha pista”! 🙂

    Um abraço e força para o 15/10!!!

    • Baptista says:

      É verdade, e gostei muito!

      Olha, já fiz o tal longão de 30 Km… e gostei ainda mais do passeio marítimo seguinte (Paço d’Arcos-Cruz Quebrada, por aí?), muito amplo e com menos curvas a 90º 🙂

      Abração

Leave a Comment